Lady Gaga forçada a cancelar 10 shows devido à fibromialgia

A diva da música pop Lady Gaga foi forçada a cancelar os últimos dez shows em sua turnê mundial, a conselho dos médicos.

Lady Gaga, (Stefani Joanne Angelina Germanotta), sofre de fibromialgia, um distúrbio nervoso que causa fortes dores e fadiga.

A atriz de 31 anos revelou sua condição pela primeira vez em setembro de 2017, quando precisou ser hospitalizada e cancelou sua aparição agendada no festival Rock in Rio no Brasil, relata o The Guardian.

Ela teve que adiar alguns shows europeus, mas conseguiu retomar a turnê em novembro e janeiro.

Lady Gaga havia filmado por trás de “Joanne”, seu quinto álbum.

Lady Gaga virou-se para as redes sociais para se desculpar com seus fãs por cancelar os shows.

Ela postou no Twitter: “Estou tão arrasada que não sei como descrevê-la. Tudo o que sei é que, se não fizer isso, não sou fiel às palavras ou ao significado da minha música.

“Minha equipe médica apoia a decisão de se recuperar de minha casa. Estamos cancelando os últimos 10 shows da minha Joanne World Tour. Eu amo o programa mais do que tudo e amo você, mas está fora de meu controle. Ela prometeu voltar para áreas onde tinha que cancelar, incluindo o Rio.

“Infelizmente, Lady Gaga sofre de uma dor intensa que afetou muito sua capacidade de tocar ao vivo. Consequentemente, Live Nation e Lady Gaga anunciam o cancelamento das últimas 10 datas da etapa européia de sua turnê mundial Joanne.

“Ontem à noite, com o apoio sólido de sua equipe médica, Lady Gaga tomou a difícil decisão de deixar a estrada imediatamente. Ela está extremamente triste e profundamente triste por não poder tocar para seus fãs europeus, que esperaram com tanta paciência.

“Ela é confiada a profissionais de saúde especializados que trabalham em estreita colaboração com ela para que ela possa continuar tocando para seus fãs nos próximos anos”.

“Os portadores de ingressos podem obter um reembolso a partir de terça-feira, 6 de fevereiro, no momento da compra.”

Ela se apresentaria em Londres, Manchester, Zurique, Colônia, Estocolmo, Copenhague, Paris, Berlim e Rio.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *